Eles foram vítimas da guerra, mas uma grupo de pessoas está ajudando.

Quando tinha apenas 7 meses de vida, uma elefanta chamado Mosha pisou em uma mina terrestre na fronteira entre a Tailândia e Mianmar. Infelizmente, isso levou Mosha a perder uma de suas patas da frente. Porém, graças a Fundação Amigos dos Elefantes Asiáticos em Lampang, Tailândia, ela conseguiu uma prótese! Foi a primeira vez que uma prótese foi feita para um elefante.

Veja também: Série emocionante mostra que animais com deficiência também são adoráveis

Isso ocorreu há 10 anos. Desde então, Mosha teve que trocar de prótese cerca de 9 vezes. Isso ocorre, em parte, devido ao aumento de peso: quando ganhou a primeira prótese ela pesava apenas 600Kg; hoje tem quase 2 toneladas. Era necessário que as próteses fossem frequentemente substituídas para acompanhar o peso da elefanta.

A fronteira entre a Tailândia e o Mianmar é cheia de minas terrestres devido a conflitos entre minorias étnicas na região. Mais de uma duzia de elefantes já se feriu em um desses aparatos. A fundação busca ajudar todos esses animais. O Dr. Therdchai Jivacate, ortopedista que ajudou a criar essas próteses afirma que os elefantes não conseguiriam viver sem elas.

elefantes-protese-adct-6elefantes-protese-adct-7elefantes-protese-adct-8elefantes-protese-adct-9elefantes-protese-adct-10elefantes-protese-adct-11elefantes-protese-adct-1elefantes-protese-adct-2elefantes-protese-adct-3elefantes-protese-adct-4

Imagens: Athit Perawongmetha / Reuters