Gatos acham que você é um gatão gigante numa versão menos hostil de si mesmos

Se você é tipo aquela “crazy-cat-lady” que cuida de seus gatos com aquele espirito maternal como eles fossem seus filhos, temos más notícias para você: estudos indicam que os gatos enxergam seus donos muito menos como uma figura parental e muito mais como um outro gato, gigante e amigável, e essa visão que você é apenas um colega-gato em versão maior independe do carinho ou da maneira “humanizada” que os tratemos.

Biólogo Dr. John Bradshaw, especializado em interação humana-animal, estudou como os gatos veem seus donos e acredita que quando os gatos são carinhosos com os seus donos, quando se esfregam com a cauda levantada ou os convidam para acariciar sua cabeça, eles estão apenas tratando-os como outros gatos.

Animals___Cats_Red_Cat_hugging_the_owner_044684_

Bradshaw diz que os gatos ainda são fundamentalmente animais selvagens, apesar de anos de domesticação. No livro Cat Sense, ele explica: “a transformação do gato de caçador nato a coabitante com humanos é de certa forma recente, e especialmente da perspectiva do gato, ainda uma fase em andamento.

Ele estuda gatos há 30 anos e ele diz que como eles nunca foram criados para desempenhar algum papel específico na vida dos humanos (como os cachorros, para caçar, oferecer segurança, pastorar, etc), eles não passaram por uma mudança evolutiva radical. Muitos têm sido domesticados, mas muitos saem para cruzar com gatos de rua. Bradshaw estima que 85% dos gatos que nascem tem um elemento selvagem. Muitos domesticados são castrados, por isso o elemento selvagem acaba sendo dominante.

É muito comum gatos voltarem para casa com algum animal morto, é uma forma de presentear seus donos (gato amigável de seu bando) e é reflexo do seu instinto caçador, mas quando ele retorna para casa, ele acaba largando a presa no chão porque ele volta para o contexto doméstico e lembra que está acostumado com comida pequena (ração ou enlatados).

como gatos veem seus donos caçando

Dr. Bradshaw é um biólogo que fundou e dirige o renomado Anthrozoology Institute, com base na Universidade de Bristol.

 

Via Independent, Daily mail