A Chevrolet dispensou os atores na sua nova campanha, e preferiu usar a reação de clientes reais

Para o lançamento da sua linha 2015, a Chevrolet lançou uma campanha que usa uma ferramenta já conhecida do pessoal de Marketing, o “Focus Group”, mas de uma forma diferente.

Em um focus group normal, um produto ou conceito é apresentado par um grupo de clientes, pessoas reais sem vínculos com a empresa, que então discutem e apresentam suas idéias e impressões sobre o mesmo.

A campanha “Real People. Not Actors” (Pessoas reais. Não Atores) utiliza esse grupo de clientes para mostrar não só os novos carros da Chevrolet, mas também algumas funcionalidades que podem ser bem úteis.

No primeiro filme “Eyes on the Road” (Olhos na Estrada), é solicitado para que as pessoas prestem atenção em um filme, mas, a todo tempo, aparecem ditrações como zumbis, lutadores de luta livre, bombeiros stripper e até mesmo cachorrinhos! Isso mostra o quanto é difícil prestar atenção na pista com tantas distrações, especialmente quando chega uma mensagem no celular. Por isso, o carro tem um sistema que permite que se responda a mensagens sem ter que pegar o telefone.

Outro filme sobre segurança “Killer Clown“(Palhaço Assassino), fala só sobre os sensores que indicam quando algo está no ponto cego do carro, evitando que o motorista sejá pego desprevinido.

No terceiro filme, “Too Much Information” (Informações demais), mostra o sistema de diagnósticos do carro, que envia um e-mail toda vez que o carro precisa de algum reparo.


Não é a primeira vez que a Chevrolet usa esse tipo de focus group de mentira. Ele já tinham feito isso para o lançamento da sua Pick Up Colorado. A criação, em ambos os casos, ficou a cargo da Commonwealth//McCann.

Via