O bleutooth que você usa hoje tem uma relação próxima com um rei da Dinamarca.

A tecnologia Bluetooth é bastante familiar a todos atualmente. Com ela podemos conectar e trocar informações entre dispositivos como telefones celulares, computadores, impressoras e muitos outros através de uma frequência de rádio de curto alcance. Mas você já parou para pensar em por que essa tecnologia tem o nome de “Dente Azul” (“blue” em inglês é “azul” e “tooth” e “dente”)?

Veja também: A caixa de pizza que vira um projetor para o seu Smartphone!

Lá em 1994 – muito antes dos smartphones – , a empresa sueca Ericsson começou a pesquisar uma forma barata de comunicação sem fio entre celulares. Como a ideia era baratear a tecnologia, o objetivo era criar um padrão único, que todas as empresas pudessem utilizar. Por isso, em 1998, foi criado um consorcio com 6 grandes empresas de tecnologia: Sony, Nokia, Intel, Toshiba, IBM e (claro!) Ericsson. O nome dado ao consórcio foi Bluetooth Special Interest Group.

O nome do consórcio foi dado em homenagem ao Rei Harald Blåtand, Rei da Dinamarca e Noruega, que ficou conhecido por ter unificado as tribos de seu país – que era mais ou menos o que a tecnologia propunha: permitir trocas de informações entre diferentes aparelhos. Em Inglês, o nome do desse rei é Harold Bluetooth (algo como Haroldo Dente-Azul, em português).

Afresco de Harald Blåtand

Isso quer dizer que esse rei realmente tinha dentes azuis? A crença popular indica que o monarca tinha algum tipo de problema nos dentes, o que os deixava com uma cor azulada ou até preta, dependendo da interpretação. Além disso, “Blåtand” significa LITERALMENTE “Dente azul” em dinamarquês (“Blå” = Azul; “tand” = Dente).

Mas, voltando a tecnologia, que estava sendo desenvolvida, Bluetooth era o nome do grupo de trabalho, mas não era o nome que seria dado a tecnologia em si. Inicialmente, o nome seria PAN (“Personal Area Network”, ou “Rede de Área Pessoal”). Esse nome persistiu até algumas semanas antes do lançamento, quando os advogados responsáveis pelo registro do nome disseram que seria impossível registrar algo  com um nome tão genérico. Foi assim que a tecnologia acabou ganhando o nome do grupo de trabalho.

Além do nome, o símbolo do Bluetooth também tem inspiração escandinava. Trata-se da união das runas H (Hagall) e B (Bjarkan), que representam as iniciais do nome do rei.

Criado pelo usuário do Reddit jacksback88

A reverência ao antigo rei é tão grande que, em 1999, a Ericsson fez uma pedra em formato de runa em homenagem a Harald Blåtand em frente à sua sede, em Lund, na Suécia. A pedra mostra um homem segurando um celular e um notebook.

Foto de Karl Baron