O que guardamos em casa tem contam um pouco da nossa história.

Muito da nossa história pode ser visto nas coisas que temos guardamos em nossas casas. E, para mostrar essas histórias, a fotógrafa japonesas Mami Kiyoshi, viajou o mundo fotografando as mais diferentes pessoas cercadas dos seus pertences.

Veja também: Ensaio mostra membros de gangues sem suas tatuagens.

Foram 15 anos de trabalho, diversos modelos e as mais diferentes itens – de garrafas de vinho a violinos e animais de estimação. “Estou interessada na história” conta Kiyoshi, ” e como ela é sempre contada por alguém. As vezes é um mito, outras vezes uma anedota.”

A artista encontra seus modelos através de anúncios e posts na internet. Ela conversa com cara um deles sobre suas vidas, paixões e seus lares antes de fotografá-los. “Tento fazer com que meus modelos pareçam Budas, deuses primitivos ou herois”. Kiyoshi organiza cuidadosamente o cenário que será fotografado deixando evidente a maneira como cada um vive a sua vida.

Veja abaixo algumas images criadas por Kiyoshi.

pessoas-e-suas-posses_adct-2pessoas-e-suas-posses_adct-8pessoas-e-suas-posses_adct-7pessoas-e-suas-posses_adct-6pessoas-e-suas-posses_adct-5pessoas-e-suas-posses_adct-4pessoas-e-suas-posses_adct-3pessoas-e-suas-posses_adct-1pessoas-e-suas-posses_adct-8pessoas-e-suas-posses_adct-2

Todas as fotos são de Mami Kiyoshi