O Museu do Prado organizou uma exposição especial para pessoas com deficiência visual

Os museus normalmente tem algumas restrições para seus visitantes: não entrar com bebidas ou comidas, não tirar fotos com flash e, em hipótese alguma, não tocar as obras de arte.

Essa última regra, no entanto, não é válida para a exposição “Hoy Toca el Prado” (algo como “Toque o Prado”), que ocorre até o dia 28 de Junho no Museu do Prado, em Madri. Isso porque a exposição conta com seis réplicas de obras de arte famosas que podem ser tocadas e apreciadas por pessoas com deficiência visual.

Usando uma imagem em altíssima resolução da obra de arte original, o estúdio Durero selecionou as melhores texturas e volumes para “guiar” a experimentação. Esse volumes e texturas são então impressos usando uma tinta especial. Esse processo dura cerca de 40 horas. Em seguida, a tela passa por um processo químico e depois a imagem da obra de arte original é impressa. O resultado é uma obra igual a original que pode ser apreciada por pessoas com deficiência visual.

PabloBlazquezDominguezgettyimages2 PabloBlazquezDominguezgettyimages3 PabloBlazquezDominguezgettyimages4 PabloBlazquezDominguezgettyimages5 PabloBlazquezDominguezgettyimages6 PabloBlazquezDominguezgettyimages7

Via