Porque o mundo fica mais divertido depois de umas taças de vinho…

Todo mundo sabe que as pessoas ficam mais felizes depois de tomar umas e outras, mas o fotógrafo brasileiro Marcos Alberti resolveu não catalogar os efeitos do álcool, usando seus amigos como modelos. O projeto 3 Taças Depois começou como uma brincadeira, quando Alberti chamou alguns de seus amigos para um happy hour e tirou uma foto de cada um deles quando chegaram. Naquele primeiro momento, os seus rostos refletiam o cansaço de um dia de trabalho somado ao transito da cidade. Depois, ele captou como suas expressões e humores mudavam depois de uma, duas e três taças de vinho.

Veja também: Sabe aquela cara feia depois de um shot de tequila?

As imagens são relativamente simples, como ele mesmo descreve em seu site: apenas o rosto de cada modelo e uma parede de fundo, repetidos quatro vezes – cada um com uma taça de vinho a mais que a anterior. É exatamente essa simplicidade e close no rosto dos modelos que permite que as expressões sejam valorizadas – cada um com o seu próprio estilo, mas todos mostrando um pouco mais de alegria a cada taça de vinho.

3 taças depois_ADCT (2)3 taças depois_ADCT (3)3 taças depois_ADCT (4)3 taças depois_ADCT (5)3 taças depois_ADCT (6)3 taças depois_ADCT (7)3 taças depois_ADCT (8)3 taças depois_ADCT (9)3 taças depois_ADCT (10)3 taças depois_ADCT (11)3 taças depois_ADCT (12)3 taças depois_ADCT (13)3 taças depois_ADCT (14)3 taças depois_ADCT (15)3 taças depois_ADCT (1)

 

Todas as imagens são de Marcos Alberti .