Artista quer chamar atenção daqueles que clicam em “Concordo” sem ler Termos de Serviço.

Você já leu os Termos de Serviço de algum serviço de Internet? Se sim, parabéns, você é uma minoria, já que grande parte das pessoas clica em “aceito” sem nem mesmo dar uma olhada no texto.

Foi baseado nesse fato que a artista Florence Meunier “achou” a história “The man who agreed” (“O homem que concordou”). Digo “achou” porque a história é contada no próprio texto de Termos de Serviço da Apple.

Com o texto impresso, Meunier esconde partes do texto usando uma folha sobreposta, revelando somente algumas palavras. No final a história contada é a seguinte:

This is the story of a man,
who one day was too busy
or maybe too lazy
that he, too quickly,
clicked on I agree.
What the latter did not forsee,
is that he could never again disagree.
The lesson of this story is
that one shall not concede,
to something one does not read.

Em português:

Esta é a história de um homem,
que um dia estava muito ocupado
ou talvez muito preguiçoso
que, muito rapidamente,
clicou em eu concordo.
O que este não previu
é que ele não podia mais discordar.
A lição da história é
não se deve conceder
a algo que não se leu.

O objetivo de Meunier é influenciar as pessoas a lerem os Termos de Serviço, ou, pelo menos, fazer com que eles se sintam culpados por não ler.

themanwhoagreed_13 themanwhoagreed_00 themanwhoagreed_03 themanwhoagreed_04 themanwhoagreed_05 themanwhoagreed_11

Via