Artista brasileiro cria super-heróis para combater os problemas na África

Os super-heróis fazem parte das nossas vidas, quando crianças, no cinema, em quadrinhos, nos inspirando a projetar um mundo melhor. Já mostramos ótimos trabalhos de artistas que usaram a temática em seus projetos, geralmente seguindo a cultura americana como exemplo.

E os problemas enfrentados pelo continente africano são tão graves e tão antigos que parecem só ter solução com a ajuda de um daqueles super-heróis que vemos nos filmes. Então o publicitário André Cox imaginou justamente como seria se os heróis tradicionais como Hulk e Mulher Maravilha fossem africanos e ajudassem a combater os problemas do continente.

A intenção da série é questionar problemas atuais e reais, que também devem ser de interesse e debatidos por jovens.

A série “E se os super-heróis fossem africanos?” foi lançada não por acaso no Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro, sempre mostrando o problema e a solução com um herói:

Super heróis africanos 1.1Super heróis africanos 1.2Super heróis africanos 2.1Super heróis africanos 2.2Super heróis africanos 3.1Super heróis africanos 3.2Super heróis africanos 4.1Super heróis africanos 4.2Super heróis africanos 5.1Super heróis africanos 5.2Super heróis africanos 6.1Super heróis africanos 6.2Super heróis africanos 7.1Super heróis africanos 7.2 Todas as imagens © André Cox/Behance