Dar uma segunda vida à brinquedos quebrados foi a forma econtrada para ensinar crianças sobre a importância de doação de órgãos

Cerca de 14 mil pessoas esperam por um transplante no Japão, mas apesar disso, apenas 300 delas conseguem os órgãos necessários a cada ano. A Second Life Toys encontrou uma forma lúdica de introduzir o assunto desde cedo para as crianças, mostrando que é possível salvar vidas através de solidariedade.

A organização promove transplante de órgãos – ou de partes – entre brinquedos. Crianças que tenham brinquedos parados e em desuso em casa podem doá-los para que suas partes possam ser usadas para consertar brinquedos quebrados de outras crianças.

Veja também: Doe seu talento: preciamos falar sobre doação de órgãos

Após o transplante, a criança que recebe o brinquedo transplantado escreve uma carta de agradecimento ao doador, mostrando que cada transplante oferece uma nova vida e muita felicidade para quem recebe a doação.

O objetivo é evocar alegria entre os doadores, ensinando crianças e suas famílias sobre o impacto da doação. Olha só:

Doação de órgãos entre brinquedos (1)

Doação de órgãos entre brinquedos (2)Doação de órgãos entre brinquedos (3)Doação de órgãos entre brinquedos (4)

Doação de órgãos entre brinquedos 2Doação de órgãos entre brinquedos

Doação de órgãos entre brinquedos (5)Doação de órgãos entre brinquedos (6)Doação de órgãos entre brinquedos (8)Doação de órgãos entre brinquedos (2)Doação de órgãos entre brinquedos (1)Doação de órgãos entre brinquedos (3)

Doação de órgãos entre brinquedos (7)

O vídeo abaixo conta mais sobre a ideia (em inglês):