No cotidiano nem aparece, mas quando acumula…

Você já parou para pensar quanto lixo nos criamos durante a vida? Pois bem, lá em 2011, o fotógrafo Antoine Repessé simplesmente parou de jogar fora o lixo reciclável para demonstrar o seu argumento. Quatro anos depois, todo aquele “argumento” acabou se transformando em uma série de fotografias intitulada #365 Unpacked que nos força a repensar nosso papel como consumidores.

Veja também: Usando lixo para criar arte urbana!

Durante período, o francês acumulou mais de 70 metros cúbicos de lixo – é muita coisa! Dentre as coisas acumuladas estão 1.600 garrafas de leite, 4.800 rolos de papel higiênico e 800 Kg de jornais. Tudo foi separado e organizado para maximizar o impacto visual. De acordo com o artista, o lixo organizado cria um efeito visual perturbador, mas, ao mesmo tempo estético.

A proposta de Antoine é mostrar que esse lixo, que parece mínimo e até invisível no cotidiano, podem ser um grande problema no longo prazo. “Somos constantemente lembrados sobre a quantidade de lixo que produzimos, mas eu acho que imagens são mais impactantes que palavras” conta o fotógrafo. E continua: “Espero que o meu trabalho inspira as pessoas a mudarem.”

lixo-acumulado_adct-2lixo-acumulado_adct-3lixo-acumulado_adct-4lixo-acumulado_adct-6lixo-acumulado_adct-7lixo-acumulado_adct-8lixo-acumulado_adct-1

Todas as fotos são de Antoine Repessé